terça-feira, 13 de outubro de 2015

Fazendo história

Eu sempre gostei de fotografar mulheres grávidas. Sempre achei que isso me fazia ser parte da história de um novo ser. Fiz as fotos de Selmística, há mais de 20 anos, e sei que ajudei a deixar minha amiga mais orgulhosa da barriga que carregava e a formar memórias que sua filha Clarinha, não teria se não fosse por imagens. Lembramos daquilo que não vivemos, pelas imagens que temos, já diz a teórica Susan Sontag.
Ao longo desses anos, fotografei dezenas de mulheres grávidas. E sempre foi uma atividade que ao final, eu estava talvez mais feliz que a própria mamãe.
Nesta última semana fiz mais uma gravidinha. Uma amiga que engravidou aos 40 anos. Um milagre que ela ainda não conseguiu entender. Está confusa com as mudanças e que, como eu, também está tendo uma gravidez difícil.
Mas as fotos ficaram tão lindas! e eu me senti tão forte após fotografar. Vejo a vida se renovando. E acho sempre tão fantástico.
Um pouco do ensaio, do


que me é permitido mostrar...

Um comentário:

Bel disse...

Adorei!!!
E é mesmo uma delícia fazer parte das memórias do outro, sendo instrumento de criação dessas memórias!!!