sábado, 25 de julho de 2009

No Databases da vida

Finalmente consegui ter tempo pra postar um vídeo na net, dos mais de onze anos que fui repórter, guardei muito pouco.
Agora postei um vídeo do tempo em que eu pensava que seria repórter pro resto da vida (eu achava que ia morrer cedo).
Hoje talvez ainda seja cedo, mas já superei a fase repórter. E antes de morrer (estou mórbida!), já posso mostrar como eu até dava conta do recado!
Mas de nada me serviu ter sido repórter, ter editado boa parte de minhas matérias que saíram melhores (provando que eu era boa editora), ter sido produtora e até a breve passagem pela apresentação de telejornais (fui apresentadora durante os nove meses de gravidez...), pois eu não sirvo para ser professora de Tele na Universidade que sou concursada. E pasmem, passei na disciplina de comunicação audiovisual, com ênfase para foto e vídeo!!!!

Bom, mas aí já é assunto para outra postagem.

3 comentários:

Bel disse...

Como assim, "não serve pra ser professora de tele"??? Explicações, please!!!

Bjo, amiga!

Leninha disse...

Bel, querida, acho que o fato de não ter ainda doutorado, não deixa claro minhas competências. Só alguém com doutorado na área de tele, pode ser professor de tele aqui. Então eu só sirvo para disciplinas onde eles não tem ninguém que possa dar, por isso já dei 8 disciplinas no curso e logo que chega um doutor, perco a disciplina e me colocam em outra qualquer.Mestre enche buraco (rs). bjs

painter0 disse...

Leninha,

Quem já teve a oportunidade de observar o seu trabalho, sabe que
você deixa bastante claro as suas competências. O problema, talvez
venha da Transilvânia, e eles provavelmente sejam vampiros, e como sabemos, vampiros só enxergam
no escuro.