sexta-feira, 14 de maio de 2010

Quando o coração fica triste

Hoje soube que Damário está em coma. Dizem os médicos, irreversível.
Irreversível é minha tristeza.
Meu poeta da fotografia e fotógrafo da poesia está partindo. Nem deu tempo mostrar o site que Mai, eu e Cesar estamos produzindo para ele. Está assim, em construção, nascendo, enquanto meu amigo aguarda a passagem...
Eu, espírita convicta, que acredita que tudo é transformação, ainda queria um pouco mais de permanência desse moço maravilhoso que é Damário. Por puro egoismo. Adoro o Pouso e o pouso é Damário.

Nenhum comentário: