sábado, 5 de julho de 2008

Quero ser lembrada

Antes desse canal de comunicação tão versátil, o destino de qualquer diário era ser esquecido em pouco tempo.
A lógica, após partirmos, se deixássemos um livreto de recordações, era talvez, ser lido por nossos pais, se ainda estivessem vivos e pelos nossos filhos, se os tivéssemos.  Há na verdade poucas pessoas que se lembrariam constantemente da gente e talvez quisessem um maior contato conosco através do diário de recordações.
Irmãos, amigos, parentes, esses não teriam acesso e se lembrariam de nós em datas especiais, como natal, nossos aniversários, ou o  aniversário de nossas mortes, não mais que isso.
Mas então eles também morreriam e seríamos lembrados quando uma foto nossa caísse nas mãos de nossos netos, se os tivéssemos, curiosos pelo passado.
E nosso livreto talvez fosse por lixo, numa dessas limpezas de sótão.
Não levariam 70, 80 anos... e já não seríamos mais lembrados por ninguém.
Mas eis que surge a internet.
Onde as velhas fotos dos álbuns de família, hoje um misto de códigos binários, junto com um monte de coisas que escrevemos sobre os momentos que vivemos, estão em nossas páginas pessoais, de comunidades e sites de relacionamento. E já me pergunto se agora poderemos ser lembrados, não apenas por aqueles que conviveram conosco, mas sim por aqueles que vão ter acesso ao que pensamos, sentimos e registramos.
Pensei que esse era um bom motivo para ter um diário virtual. Quero ser lembrada.
Que Arthur (meu filho), os filhos dele e quem sabe, seus netos, possam um dia ter acesso a essa página, no databases dessa plataforma infinita chamada internet. Estou supervalorizando o que vou escrever? tá, estou sim, supervalorizando um diálogo virtual, que travarei com os meus, quando eu não mais estiver fisicamente por aqui.
Por isso, antesquemeesquecam, ou Antes que me esqueçam, deixo aqui, registrado, minhas impressões de mundo. Elas valem para aquele momento em que escrevo. Dias, meses ou anos depois, eu devo mudar, então me atualizem, please.

2 comentários:

Bel disse...

Primeiraaaaaaaaaaaaaa!!!!

Quero ser lembrada por você, também, pelo menos no fato de ter incentivado a existência deste blog... e um pouquinho mais do que isso, espero!

Sei que as nossas lembranças serão bem mais ricas... como já são.
Bem vinda à blogosfera!!!

Leninha disse...

Bell, vc me incentivou mesmo com seu blog maravilhoso. bj