domingo, 16 de janeiro de 2011

A noite de Maria Helena

Ontem Maria Helena se formou enfermeira. Solenidade e festa, lindas! ela estava linda. Era de uma alegria contagiante.
Conheci Maria Helena há dez anos, estava vendedora de uma loja, mãe de dois filhos, esposa. O marido reclamava as vezes que ela não se arrumava. Ela não dirigia e por duas vezes eles se envolveram em acidentes porque ele estava alcoolizado. E ela se dizia já velha para voltar a estudar. Mas aí, de maneira geral, foi iniciada uma campanha que incentivava sua independência. E não demorou, as transformações começaram.
Maria Helena deu uma guinada. Hoje está mais bonita que há dez anos, tem vida cada vez mais independente como mulher e profissional e vida cada vez mais apaixonada como esposa e mãe. Acho que ela tem o equilíbrio que falta na mulher moderna.
Eu fiquei muito emocionada quando o filho mais velho fez uma apresentação no powerpoint com fotos desse percurso e colocou a música 'tudo é do pai', e a festa parou para reverenciar o Criador.
Maria Helena é muito religiosa. Penso que parte desse equilíbrio reside nessa tranquilidade de quem tem fé.

Nenhum comentário: