domingo, 7 de outubro de 2012

Minha primeira eleição sem PT

Hoje foi a primeira vez em mais de 20 anos como eleitora, que não votei no PT. Ia anular meu voto, mas depois decidi votar e escolhi outra legenda que não o 13. Meu primeiro voto foi pra Lula. E todos os anos de eleições fui guiada pelo ideal de ter trabalhadores, o tal 'proletariado no poder', tentando mudar um pouco da lógica capitalista. Mas depois de tanta porrada, de tanta decepção, este ano eu não oPTei. E reconheço que eu me senti em vingança de mulher traída. Sabe quando pegamos o nosso grande amor nos traindo e queremos dar o troco? pois é, arrumei um amante. Que nem amo. Mas que acredito que pode mudar as coisas por aqui. Porque pior não fica.
E para vereador, também não tinha candidatos, então liguei para meu irmão Marcelo e disse que ia anular e ele falou: 'vote na legenda tal para vereador'. E assim o fiz.

O meu amante é apenas um paliativo pra minha dor de cotovelo. Votei sem paixão, sem tesão, mas acredito nas mudanças. E espero, de verdade, que seja qual for o representante escolhido para governar essa cidade que vivo, que honre as calças que veste, independente do partido que integra.

Um comentário:

Anônimo disse...

Pois é... já votei muitas vezes no 99 confirma. Este ano, assim como na eleição passada, votei na Soninha. No segundo turno entre Serra e Hadad voltarei ao mais honesto: 99 confirma.
Gláuber Soares